segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Queijadas de Abóbora

Vi esta receita no Blogue da Ana, Recanto com Tempero, podem ver aqui.  Ficou imediatamente decidido que as iria fazer para oferecer à minha avó.

Comecei por cozer a abóbora, cozi mais quantidade, pois ia precisar e depois de ela estar bem escorrida e pronta a usar, fui ler a receita.

Li tudo com atenção, é uma receita fácil de fazer. Pensei fazer metade da quantidade, para os meus avós não comerem tudo. Escrevi a receita e lá fui eu para a cozinha. Até aqui tudo parecia bem.

Faço a massa num instante e meto no forno. Quando as tirei, estavam muito brilhantes. Pensei para mim " não me lembro nada das da Ana estarem assim" mas voltei a pensar, "pode ser que depois de arrefecerem fiquem iguais". Esperei. Quando as tirei das formas ainda estranhei mais, estavam frágeis e com um pouco de calda, tirei as fotos e quando vou a provar, pareciam um pudim e não uma queijada. Percebi que tinha claramente feito asneira, mas "qual?!". Reli a receita ( que escrevi no meu caderno), tudo certo...mas depois lembrei-me " claro as da Ana levam farinha!!! " Passei mal a receita para o meu caderno e nem me lembrei mais deste ingrediente, na minha cabeça estava escrito na receita e eu tinha cumprido tudo! 

Eu sou tão distraída, quando estudava, nas disciplinas/cadeiras de matemática, muitas vezes alterava os números quando passava para as folhas de teste ( que inferno foi fazer uma cadeira chamada álgebra linear!) ...era impressionante. Resolvia testes diferentes percebem?! No 12º ano, no exame de matemática, que para mim era de extrema importância, quando saímos, um amigo pergunta-me "Ana como é que se resolvia a pergunta (e indica a pergunta). Aquela no final da folha"? Eu respondo com um ar de espanto " Mas do que estás a falar? O meu exame não tinha essa pergunta!!" Já estão a ver o que aconteceu? Simplesmente nem vi a questão, ela estava lá, sempre esteve. E estava a fazer um esforço por estar concentrada, aquele exame valia muito para mim!! 

E posso continuar aqui a contar histórias destas, na faculdade, numa cadeira chamada estratégia de síntese orgânica,  cheguei a conseguir o proeza de alterar TODAS as moléculas quando as passei para a folha de teste. Ora se o exame era fazer as sínteses das moléculas que estavam no enunciado, eu fiz outro exame, pois mudei todas as moléculas iniciais! O professor não queria acreditar, não havia uma que tivesse passado certo, ora comia ora acrescentava carbonos...pois nem vos conto a linda nota que tive nesse exame!!!!

Desta vez resolvi com facilidade, lá fui eu para a cozinha, um bocado zangada comigo, verdade seja dita. Com a receita completa, claro que correu tudo bem. A receita é maravilhosa e o resultado final também! Experimentem!!!

A receita é igual à da Ana, só fiz metade da quantidade e usei açúcar amarelo.



Ingredientes:

150 g de abóbora, cozida e bem escorrida
125 g de açúcar (usei amarelo)
65 g de farinha
25 g de manteiga
1 ovo
250 mL de leite

Preparação:

Comecei por cozer a abóbora na Bimby, usei a varoma e programei 35 minutos, velocidade 1. Passado o tempo coloquei num passador de rede, retirei o máximo de água que consegui e deixei a escorrer até arrefecer.




Para as queijadas, basta colocar todos os ingredientes numa taça e bater tudo (usei a varinha mágica). Na Bimby podem programar 20 segundos na velocidade 7.



Colocam-se em forminhas e vão a cozer em forno pré-aquecido a 180 ºC durante 25 minutos. Deixam-se arrefecer e desenformam-se com cuidado.



Estas quantidades deram-me para 12 queijadinhas pequenas.






23 comentários:

  1. Também já me aconteceu esquecer de um ou outro ingrediente... acontece!! :) A do exame é que já foi pior hehehe
    Estas queijadas ficaram muito apetitosas, de certeza que os teus avós adoraram!
    Beijinho
    http://asreceitasdamaegalinha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim Joana, ficaram aprovadas!!! :) Às vezes estas coisas acontecem!

      Beijinhos Ana
      http://acasinhadasbolachas.blogspot.pt/

      Eliminar
  2. Apesar dos percalços tenho a certeza que as primeiras estavam deliciosas na mesma! Volta e meia também me acontece esquecer um ingrediente, às vezes indispensável, outras vezes não tanto! Eu gosto muito de doces com abóbora! E queijadas são deliciosas! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Elisabete neste caso a farinha fazia mesmo falta! Faz mesmo toda a diferença! :) Também adoro doces com abóbora! :)

      Beijinhos

      Eliminar
  3. Basta faltar um ingrediente que altera mesmo o resultado final :) mas o importante é que descobriste o erro e solucionaste! Ficaram lindas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) Sim foi de fácil resolução, felizmente!!! E a avó gostou! :)

      Eliminar
  4. Ás vezes também me acontece ou não leio a receita toda ou passo á frente, mas até tenho tido sorte pois acaba por correr bem.
    As queijadas tem um aspecto delicioso.
    Boa semana

    ResponderEliminar
  5. Acontece aos melhores...............mas estão magnificas!!!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Estamos em sintonia pois também fiz uma receita com abóbora. Estas queijadinhas parecem deliciosas e fazem lembrar as queijadas de leite, só que com abóbora.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  7. O que eu me ri contigo,...já me aconteceu isso diversas vezes. No meu caso, é a pressa que querer fazer tudo ao mesmo tempo,...mas às vezes "esses acidentes" até correm bem no final,...
    Ficaram deliciosas certamente, essas queijadas,....
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) Mas neste caso a farinha faz mesmo falta! :)

      Beijinhos Ana

      Eliminar
  8. Por vezes acontece ;)
    Ficaram fantásticas!
    Beijinho e boa semana.

    ResponderEliminar
  9. Mas à 2ª ficaram perfeitas!!! :D
    Lindas e saborosas!
    Beijinho

    Recanto com Tempero
    http://recantocomtempero.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  10. Humm... Tem mesmo bom aspecto e devem ser óptimas. Fica registada a receita.
    Muito bom!!!
    Beijinho

    Bimby & Sabores da Vida

    ResponderEliminar
  11. Ficaram umas belas queijadas! :) Também fico super irritada quando me acontecem coisas desse género, e é por isso é que perco imenso tempo a reler passos para ver se fiz tudo certo! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) É mesmo uma boa abordagem Inês, acho que acabas por ganhar tempo!

      Eliminar
  12. Inicialmente até pensei que te tivesses esquecido de mudar para metade a quantidade de um dos ingredientes, acontece-me tantas vezes! :P
    Acho que toda a gente já sofreu com esse tipo de distrações, também me aconteceu algumas vezes esquecer-me de uma pergunta (que me lembre nunca em exames). Ou, mais irritante, saltar uma das alíneas de escolha múltipla e fazê-las todas erradas daí para a frente (por estar a colocar a solução da anterior em cada uma delas)! Ou mesmo escrever a nova solução à frente depois de reparar que a anterior estava mal e não riscar a primeira (que depois é a que conta). Enfim, pessoas distraídas sofrem! Ainda bem que conseguiste fazer as queijadas direitinhas no fim, ficaram lindas :)
    (Achei piada à referência à cadeira de algebra linear, tenho-a este semestre e por acaso passei a tarde a estudar para ela :P)

    ResponderEliminar