sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Waffles Belgas

Eu andava há bastante tempo  a querer uma receita que me me fizesse viajar no tempo, às memórias de infância em que eu comia waffles com chocolate que comprava numa pequena casinha de gelados. Se fechar os olhos ainda lhe consigo sentir o aroma e o sabor.

Dito isto, eu procurava uma receita em que o resultado fosse uma massa crocante por fora e macia por dentro mas sem ser aqueles waffles mais ao estilo americano ou que eu pelo menos remeto para os waffles americanos, que eu também gosto, mas que não era o que eu queria fazer.

Já tinha encontrado algumas receitas com fermento de padeiro em vez de fermento químico,  que me despertaram muita curiosidade. Testei ainda a adição de açúcar à massa, tradicionalmente juntam-se pérolas de açúcar mas como eu não tinha, parti cubos de açúcar e juntei à massa, o efeito é o mesmo, o açúcar vai derreter e caramelizar enquanto o waffle assa dando um toque a caramelo e um crocante adicional que é simplesmente divino! Eu só fiz isto em metade da massa, pois estava a testar, mas vou deixar a receita com o açúcar para juntarem à massa toda pois acho mesmo que faz toda a diferença!

Se um dia tiverem tempo testem a receita, vale a pena esperar pela levedação! Eu sei fermento de padeiro seco mas não pesei para vos dizer quanto será na versão fresca, mas haverei do fazer e coloco aqui.  A chávena tem a capacidade de 250 mL.


Ingredientes:

3/4 de colher de chá de fermento de padeiro seco
1/4 de colher de chá de sal
4 colheres de sopa de açúcar
75 g de manteiga com sal derretida
2 ovos separados
1 e 1/2 chávena de leite morno
1 colher de chá de extrato de baunilha
2 e 3/4 chávenas de farinha de trigo
160 g de açúcar em cubos ( ou cerca de uma chávena, podem por a gosto)

Preparação:

Ao leite ( não aquecer mais do que 37 ºC) acrescentar uma colher de sopa de açúcar e o fermento, misturar e reservar.

Separar as gemas das claras e bater as claras em castelo.


Juntar à mistura do leite , a baunilha, as gemas, a manteiga e o restante açúcar. Depois acrescentar a farinha e o sal e misturar.  Envolver as claras em castelo.






Deixar levedar no mínimo uma hora. Eu deixei 4 horas, fiz da parte da manhã para comer ao lanche, dando tempo para a massa duplicar de volume.




Acrescentar o açúcar partido grosseiramente. Untar a máquina de waffles com manteiga e cozinhar de acordo com cada máquina.









Servi com chocolate quente e gelado. Que maravilha!


Chocolate:  Derretem 200 g de chocolate e 100 g de manteiga . Vai fazer uma crosta fantástica quando tocar no gelado :) .

5 comentários:

  1. Andava à procura de uma receita de waffles assim, crocantes por fora e fofas por dentro, daquelas que como eu digo não são nada saudáveis mas são muito boas! :) Já guardei a receita para um dia experimentar. Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Têm mesmo bom aspeto, vou ter de experimentar!:D
    Que quantidade seria de fermento fresco? E o extrato de baunilha não pode ser substituído por açúcar baunilhado, certo? Obrigada! :)

    ResponderEliminar